terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Santa repara informações

Santa traz hoje uma página enfatizando a posição da Reitoria da FURB em relação à proposta de incorporação da UFSC, a partir da Nota de Esclarecimento encaminhada ontem ao jornal, postada abaixo. Ao mesmo tempo, corrigiu a distribuição de vagas às unidades de ensino. 

Os primeiros 21

A servidora
Natasha Jensen,
aqui da CCM,
está entre os
formandos
da primeira
turma de
Tecnologia
em Marketing,
fruto da cooperação
com a Suécia
Na foto de Eduardo
Sofiati, alunos com os
dois coordenadores.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

FURB Federal: nota de esclarecimento


A Reitoria contesta algumas declarações e informações contidas na reportagem de capa do Santa de hoje. "Em razão de reportagem publicada nesta segunda-feira, (dia 27), intitulada “Federal. Projeto prevê 6,3 mil vagas até 2020”, pelo Jornal de Santa Catarina, em manchete de capa e às páginas 4 e 5, com informações consideradas equivocadas, a Reitoria da FURB vem a público esclarecer os seguintes pontos".

A nota foi enviada para a direção de Redação do veículo para publicação na próxima edição "em favor do mais amplo entendimento dos fatos pela comunidade acadêmica e pela sociedade".



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Hospital de Gaspar e a FURB

O assunto do momento é o futuro do Hospital de Gaspar.
FURB tem interesse, mas precisa de mais dados para estudar a viabilidade, diz Reitor.


Santa
Cruzeiro do Vale
Revista Interativa Regional

FURB recebe calouros com música

Santa digital atualizado e impresso: FURB recebe calouros, baseado em nosso relise.

Vice-reitora Griseldes Boos deu as boas vindas antes do agito da banda Kauana, às 9:10 e às 20:10h: "Este é um momento ímpar, que marca uma nova etapa na vida de vocês. Contem conosco. Vamos participar juntos deste processo rico de formação profissional e pessoal, de alegria e realizações". 
À tarde e à noite tem mais.



Fotos de Eduardo Sofiati





Federal pelo Facebook

Em evento no Teatro Carlos Gomes (ontem, juntamente com Governador), deputados Décio e Ana reafirmam ao reitor João Natel o apoio à FURB Federal. Com direito a foto no Facebook.

Destaque nacional

Revista da FINEP, "Inovação em Pauta", destaca nosso projeto de lar sustentável, coordenado pelo professor Ademar Cordero, no campus 2. Aqui

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Natel faz primeira visita à reitora eleita da UFSC

Reitor João Natel fez ontem, à tarde, a sua primeira visita à reitora eleita da UFSC, Roselane Neckel, em Florianópolis. Acompanhado do procurador geral, César Wolff e do diretor da TV/Rádio Educativa, Dílson  Tomio, Natel cumprimentou-a pela vitória nas eleições de 30 de novembro e fez questão de colocá-la a par do andamento da parceria FURB/UFSC, que vem sendo tratada com o reitor Alvaro Prata, especialmente depois que ele protocolou uma proposta acadêmica no MEC, em dezembro, apontando um cronograma de oferta de 6.300 vagas federais, a partir de cursos da FURB, até 2020. Prata tem mandato até maio, mas pode sair antes atendendo convite para cargo no Ministério da Ciência e Tecnologia.


Natel considerou muito positiva a conversa, entre 14 e 15 horas, com Roselana Neckel e com o diretor do Centro Tecnológico, Edison da Rosa, que integra a equipe dela de transição. "Abrimos um importante canal de diálogo que dará andamento ao processo de  incorporação da UFSC, respeitando-se as decisões dos conselhos universitários das nossas instituições", afirmou.

Para a reitora eleita pela oposição, o fundamental agora é ampliar esse diálogo e buscar entender todos os passos possíveis desta parceria. "Entendemos que há várias formas de pensar esse processo, que as pessoas devem ser ouvidas, há questões importantes como a situação dos servidores e dos alunos que precisam ficar claras, assim como esse documento que foi apresentado no MEC deve ser amplamente debatido, pois há divergências. Precisamos conversar mais sobre a construção dos cursos, assim como a definição de orçamento específico", afirmou. 

Para ela, ainda,  "não há necessidade de rapidez. Podemos caminhar juntos, olhar o futuro. O caminho já chegou num ponto importante. Não temos como voltar, mas nada impede fazermos um trabalho a longo prazo e com cautela. Agora vivemos um outro momento (referindo-se ao resultado do processo eleitoral). Vamos conversar e procurar perceber, também em nível de governo federal, o melhor encaminhamento para atender essa demanda da sociedade". 

Natel colocou a situação desde a criação do comitê pró-federalização, em 2002 até o anúncio da criação de um campus da UFSC em Blumenau, pela presidenta Dilma, ação que convergiu para parceria com a FURB após uma reunião de emergência no MEC, que colocou a FURB no processo, aceitando a parceria, mas descartando a federalização.  E também colocou as diretrizes aprovadas no Consuni, como a proposta do mecanismo de cessão dos servidores. Enfatizou, finalmente, que a Universidade não vê o processo como "bóia de salvação" da FURB, que fechou 2011 com saldo positivo em caixa e derrubou o mito de que os servidores da FURB desejam ser servidores federais sem concurso. 


Ele explicou, também, que já estuda-se encaminhar pelo MEC um projeto de lei ao Congresso Nacional amparando a incorporação e que também comunga da visão dela de se lutar para que esse processo leve à instalação da terceira federal de Santa Catarina.

Informou, ainda, que a FURB estará presente, a convite de Alvaro Prata, na reunião do Consuni da UFSC, em 28 de fevereiro, que será importante para esclarecer muitos pontos. E aproveitou para convidá-la a participar de reunião do Consuni da FURB. Ela ficou de falar com Prata para acertar uma data conveniente para ambos, que têm agenda cheia.  

Após a visita à reitora eleita, Natel foi cumprimentar, na Reitoria, o vice-reitor Carlos Alberto Justo da Silva, o "Paraná" (foto ao lado). Dele obteve amplo apoio para aproximar os setores de comunicação das instituições. 

Interessa à Reitoria e aos profissionais da FURB entender como funciona a política pública de comunicação da UFSC que sobrevive a mudanças de governo, desde que foi criada em 1987. O plano de Natel é fortalecer a comunicação institucional, especialmente o jornalismo, após um ano de gestão em que todos os setores fizeram sacrifícios para fechar o ano positivo, com R$ 4,5 milhões em caixa. O jornalista Moacir Loth, diretor da Agecom/UFSC, ciceronou a comitiva, integrada ainda pelo jornalista Michel Imme Sabbagh, apresentou sua estrutura, portfólio,  e se colocou disposição da FURB para colaborar com sua experiência de 32 anos na Comunicação da UFSC. 


Leia também a matéria da UFSC sobre a visita a Paraná e Loth para tratar de comunicação.






O procurador César Wolff aproveitou para visitar o procurador-chefe da UFSC, Nilto Parma, com quem conversou, entre outros temas, sobre a parceria FURB/UFSC. Parma também falou sobre o livro lançado com apoio da AGU, intitulado "Propriedade intelectual - conceitos e procedimentos", que tem norteado uma série de procedimentos na UFSC. 


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Deschamps agora comanda Educação estadual

Deschamps,
no canto direito
da foto, substitui
Marco Tebaldi
(ao lado dele),
desgastado com a
greve de 62 dias
dos professores,
ano passado.



Governador Raimundo Colombo confirma ex-reitor da FURB como novo secretário de Educação.  Eduardo Deschamps anuncia primeiros planos. Maurício Pereira, presidente do Conselho Estadual de Educação, será seu adjunto, diz Moacir Pereira.

Santa, Diário e A Notícia.  Prisco .

Vítimas da urbanização

Projeto Bugio da FURB recolhe mais um animal morto, destacam Santa, Diário e A Notícia. O link com DC está restrito a quem assina ao jornal. Então não serve aos leitores do blog, a não ser quando copiada a matéria inteira, o que não é caso por ser texto idêntico. 

UFSC sai da Univille

UFSC Joinville alugou espaço maior até inaugurar seu campus em 2014, na BR-101. A Notícia

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Plano Diretor quer prevenir desastres



No canto esquerdo da foto, o secretário estadual de Defesa Civil, Geraldo Althoff, compôs a mesa antes mesmo da assinatura dos contratos de cooperação internacional entre AMMVI/FURB e universidades sueca e alemã (post abaixo).

Trouxe boas notícias que também interessam ao CEOPS/FURB. Disse que o governador Raimundo Colombo vai percorrer todo Vale do Itajaí para explicar o Plano Diretor de Desastres Ambientais, através do Projeto Jica, dias 23 e 24 deste mês. 

Adiantou algumas medidas de prevenção e estruturais (ampliação da capacidade das barragens de Ituporanga e Taió, construção de mini-barragens antes de Rio do Sul, alargamento da calha do rio Itajaí). 

A ideia básica é cuidar da retenção e do escoamento das águas e do monitoramento de toda Bacia. Nesse caso estão previstos um sistema de alerta e alarme para todo Vale, que também ganhará um radar meteorológico. Com isso, deixamos de depender dos dados de Urubici (FAB).

Lixo energético

O título é do Pancho, na sua coluna de hoje, no Santa, destacando a assinatura de convênio entre a AMMVI, FURB e universidades alemã e sueca visando uma usina de biogás e ações de educação ambiental.

Convênio foi assinado pelo reitor João Natel, que também enfatizou a transferência de tecnologia. Leia cobertura do evento na nossa página.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Cumprimentado como secretário

Ex-reitor da FURB, Eduardo Deschamps foi cumprimentado como futuro secretário estadual da Educação, ontem à noite na posse da CDL, prestigiada pelo governador Raimundo Colombo, informa Pancho (Santa).

Também outros colunistas, como Moacir Pereira, Cláudio Prisco e Roberto Azevedo dão como praticamente certa a nomeação do atual adjunto da Educação.

Para a Assistência Social, no lugar de Serafim Venzon, Moacir Pereira diz que o nome mais forte é do médico João Cândido. No blog

Mundo pequeno

Título do artigo de Ivo Theis, hoje, no Santa. Aborda intercâmbios e cita a FURB. Leia aqui.

Pelos corredores de Brasília


Deputada estadual Ana Paula cumpre  agenda de trabalho em Brasília, em vários ministérios e no Palácio do Planalto.

Acompanhada do deputado federal Décio Lima esteve ontem, às 16 horas, com o novo ministro da Educação, Aloísio Mercadante, reafirmando a importância da parceria FURB-UFSC. 

Pelo twitter, ambos manifestaram otimismo com os encaminhamentos.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Mestrado em Direito une três universidades da Acafe

Cesar Wolff, Paulo Cruz, Ronaldo Uller, Günther Pertschy, Amândia Borba, Mário dos Santos, João Natel, Antônio Marchiori, Marcos Rivail e Valdir Cechinel, diante do quadro dos pescadores, de Mykalla (1978), no hall da Univali, após assinatura do convênio. 
Começam em abril as aulas do Mestrado em Ciência Jurídica conveniado entre a FURB, a Unifebe e a Univali, que ficará responsável pela coordenação acadêmica do curso, observadas as recomendações da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).  Serão abertas 25 vagas para a seleção dos candidatos, em março. O convênio assinado hoje pelos reitores João Natel, Günther Lother Pertschy e Mário Cesar dos Santos, respectivamente, prevê 19 vagas para docentes da FURB e 6 para a Unifebe. As aulas serão oferecidas em Itajaí e Blumenau.
Os três reitores destacaram o “momento histórico” da cooperação firmada entre as três instituições do Sistema Acafe para qualificar o corpo docente da FURB e da Unifebe. “A partir deste convênio, que é um marco, poderemos identificar outras áreas para cooperação, inclusive de extensão. A própria Univali tem interesse em ampliar a titulação dos seus docentes”, afirmou o reitor Mário Cesar dos Santos, ao abrir a solenidade, em Itajaí.
O reitor João Natel agradeceu à Univali pela parceria. “A FURB deve muito ao seu curso de Direito, pela sua história e importância atual”, enfatizou. E abriu as portas da Universidade, lembrando da aguardada autorização final para oferta de mais dois doutorados (Desenvolvimento Regional e Ciência Ambiental) pela FURB. “Não somos competidores; somos parceiros para fortalecer o stricto sensu das instituições, num bom exemplo para a Acafe”, ressaltou Natel, para quem os concorrentes são aquelas “instituições predadoras”, sem nenhuma preocupação com o desenvolvimento da região.
O reitor da Unifebe ainda lembrou da proximidade histórica com a FURB, na formação continuada. “Estamos honrados em participar desta cooperação que nos incentiva a crescer”,afirmou Brother Pertschy.
Para o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura da FURB, Marcos Rivail, com a união das instituições “ganha a sociedade”. Ao mesmo tempo, enfatizou a oportunidade para abertura de novas parcerias. O diretor do Centro de Ciências Jurídicas da FURB, Antônio Marchiori, elogiou o convênio e colocou o CCJ à disposição das duas universidades, “nesse momento que também é um marco histórico para o curso de Direito da FURB, que vem recebendo importante apoio do professor Natel”.
Já o coordenador do curso na Univali, Paulo Cruz, destacou: “para nós é uma honra contribuir para este movimento estratégico e relevante de qualificação do quadro docente das nossas universidades, como deseja a CAPES, que acompanhará este projeto”.
Participaram da cerimônia, ainda, a vice-reitora Amândia Maria de Borba e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Extensão e Cultura da Univali, Valdir Cechinel Filho. E o assessor jurídico da Unifebe, Ronaldo Uller e o procurador geral da FURB, César Augusto Wolff.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Dança das cadeiras

Reitor da UFSC assumirá cargo no Ministério da Ciência e Tecnologia. O convite é antigo, informa, ainda, Moacir Pereira.

     Roberto Azevedo (DC), em sua coluna impressa (não encontrada na web), diz que o ex-reitor da FURB, Eduardo Deschamps será mesmo o secretário da Educação, no lugar de Marco Tebaldi. 


      Um pernambucano deve assumir Secretaria de Educação Superior do MEC, substituindo Luiz Costa. 

Reunião importante

Hoje tem reunião dos grupos instituídos para estudar a parceria FURB-UFSC. 


Na sala B-108, a partir das 14 horas. 


Reitor João Natel e vice-reitora Griseldes Boos agendaram presença

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Sarau emplaca no Santa

Artigo publicado em janeiro pelo Sarau Eletrônico, sítio de literatura da Biblioteca da FURB, emplacou duas páginas hoje no caderno Lazer do Santa

Escrito pelo editor do Sarau, o servidor, escritor e historiador Viegas Fernandes da Costa, de quem foi solicitada autorização, o artigo ocupa um espaço mensal, inaugurado em dezembro pelo jornal. 

O projeto Lazer+Cultura é aberto à participação dos leitores, desde que abordem assuntos desconhecidos sobre a cultura e a história do Vale do Itajaí. Fica a dica. É do interesse do jornal garimpar boas histórias como essa apresentada por Viegas

Costa confirmado no INEP

Saiu há pouco no Globo o furo da assinatura da portaria

Relações internacionais na CBN

Muito boa e esclarecedora a entrevista do professor David Colin Norton Bilsland (foto), novo coordenador de Relações Internacionais, no programa matinal do Celso da rádio CBN, às 10 horas.

Simpático e muito bem informado, David não deixou pergunta sem resposta consistente, quase sempre aproveitando a deixa para citar a FURB. 

No seus 20 minutos, deu uma geral sobre a CRI e falou da importância da coordenadoria, dos critérios para a qualificação aos intercâmbios acadêmicos, da necessidade de rigoroso planejamento e do suporte prestado aos candidatos, sejam eles professores ou alunos, especialmente com  vistas a programas conveniados com instituições da Suécia, Alemanha, Portugal, Espanha, Itália, França, Argentina e Chile. Assim como outros que vêm da Costa Rica, Venezuela, Macau, Angola, etc.  

Falou da evolução dos nossos acordos internacionais, desde a gestão Egon Schramm, baseado em números. "No passado tínhamos 4 intercâmbios anuais. Hoje somamos cerca de 70 para diversos países, que igualmente enviam cerca de 50 alunos e professores para Blumenau todos os anos, também interessados em trocar experiências acadêmicas, profissionais, hábitos, culturas e idiomas", afirmou.

Disse que assume a CRI como desafio gratificante por ver o crescimento na FURB dos intercâmbios. Ele tem acompanhado de perto a ascensão na carreira dos intercambistas, para ele bem vistos pelo mercado por incorporarem novos conceitos e idéias, rede de contatos mais densas e diferentes modos de fazer e de pensar que agregam valor às empresas, "com resultados fabulosos". 

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Natel visita vereadores e abre metas para comunidade

Reitor João Natel apareceu hoje, às 10 horas, na TVL. Ocupou a tribuna por sete minutos na abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores de Blumenau, em 2012, e depois, convidado pelo presidente Jovino Cardoso, sentou com a Mesa Diretora.

Em seu discurso, Natel disse que estava ali para prestar contas e agradecer a verba de R$ 250 mil destinada pela Câmara para abertura da primeira parte do Hospital Universitário. 

Relatou realizações de 2011, anunciou as metas da Reitoria para 2012abordou a parceria com a UFSC, como fez terça-feira na FURB, só que desta vez abrindo para toda comunidade. 

Sua fala foi acompanhada da platéia pelo presidente do Sinsepes, Ralf Ehmke. 

A visita também serviu para o diálogo com os vereadores a respeito do projeto dos temporários. Jovino prometeu agilizar o trâmite, obstruído pela Casa do Povo em dezembro. 

O anúncio do plano de metas também foi destacado pelo Santa no Informe


Leia também o texto da Imprensa da Câmara.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

FURB: planos para 2012 e mobilização pela federalização

Cerca de 100 servidores prestigiaram, ontem à noite, a abertura da Formação Institucional,  no auditório do bloco J, oportunidade em que o reitor João Natel, a vice-reitora Griseldes Boos e os pró-reitores  António Chivanga (Proen),  Marcos Rivail (Propex) e Udo Schroeder (Proad), relataram as ações de 2011 e principais metas deste ano (na foto ao lado, em primeiro plano, da esq. p/dir.). 

Ao final, Natel abriu o debate em torno da proposta acadêmica protocolada pela UFSC no MEC, em dezembro, de um campus da Federal em Blumenau, em parceria com a FURB. A proposta gerou vários questionamentos e explicações. 
obs: as demais fotos de Eduardo Sofiatti estão no final do texto.

Orientar para excelência

Em seu discurso de três páginas, o reitor João Natel enfatizou a capacitação dos servidores, desde o reconhecimento da Universidade em 1986. No que se refere aos docentes, informou que 12 estão em fase de conclusão de doutoramento e outros sairão, ainda este ano, para doutorado e pós-doutorado. Pregou a gestão equilibrada das unidades, citando o empenho para tal no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), que em 30 meses terá mais 18 mestres e 12 iniciarão doutorado em 2013. "A longo prazo, buscaremos um programa próprio stricto-sensu", garante, estendendo este objetivo ao Centro de Ciências da Saúde (CCS). "Para isto é preciso que este centro nos apresente sua proposta e condições que necessitam para que isto se concretize", afirmou. Das sete unidades, apenas estas duas não tem programas strictu-sensu.

Com o enfoque de que a pesquisa/extensão precisam de investimento, o reitor ressaltou que foi facilitada a redução de horas para docência e para aqueles com efetiva produtividade, poderem ter teto de 12 horas de ensino. Anunciou que trabalha com a perspectiva de que em breve, a FURB terá mais dois doutorados (Desenvolvimento Regional e Engenharia Ambiental ) e que "avançaremos na condição de melhores condições de trabalho para os docentes, com a ampliação do número daqueles em tempo integral". 

Das ações do ano passado, destacou a abertura de concursos públicos para docentes (80 vagas até o momento); internalização dos programas de lato-sensu (fim dos convênios nas especializações); descentralização do detalhamento e gerenciamento do orçamento em nível de unidades e sub-unidades; criação da Ouvidoria e da Divisão de Cultura; gestão do espaço físico através de conselhos de usuários; conclusão da primeira etapa do hospital universitário e saída do cadastro dos inadimplentes do governo federal. (Cadin); busca de recursos no governo de Estado e Município para viabilizar, em especial, o complexo da saúde do campus V; vários grupos de trabalho estão em atividade : política institucional de humanização e inclusão, política das licenciaturas, escritório de projetos, política de inovação, política de estagio; busca pelo retorno dos contratos temporários pela CLT. 

"Em síntese, no ano de 2011 as ações foram voltadas, em grande medida e esforço, para regularização de pendências financeiras, trabalhistas e acadêmicas", disse Natel.

AÇÕES PARA 2012

Em 2012, a gestão da FURB estará voltada, segundo Natel, para ações que propiciem condições organizacionais e legais que permitam orientar a instituição para a excelência. Citou, entre as metas:  

- Ensino superior gratuito – projeto UFSC-FURB;
- Revisão e regulamentação das leis;
- Revisão do plano de desenvolvimento institucional; 
- Conclusão das obras inacabadas (bloco S, Casa Salinger, Ambulatório Universitário,  Biotério, Hospital Veterinário);
- Consolidação do planejamento do espaço físico dos diversos campi da FURB;
- Concursos públicos para quadros docente e técnico-administrativo  (em 2011 foram abertas 80 vagas para docentes);
- Formulação de proposta de distribuição de atividades do pessoal docente e do quadro (enquadramento em tempo integral (ampliação)/dedicação exclusiva);
- Consolidação da FURB como prestadora de serviços e fortalecimento da relação com a comunidade;
- Reestruturação e fortalecimento da comunicação social.

"Os desafios não são apenas da gestão e sim de todos que formam nossa comunidade acadêmica e contamos com a participação efetiva de todos", concluiu.


Sobre as pró-reitorias: As extensas ações de 2011 e todas as metas apontadas ontem por cada pró-reitor, durante 30 minutos, podem ser acompanhadas, na íntegra aqui.


PARCERIA FURB/UFSC

O reitor João Natel informou que, em dezembro, a UFSC protocolou um documento no Ministério da Educação, com sua proposta acadêmica de um campus da Federal em Blumenau, em parceria com a FURB

Esta iniciativa da UFSC gerou uma série de questionamentos da platéia, alguns de insatisfação, como os postados hoje no Facebook na página "Sou pela FURB Federal". Na opinião do professor Oklinger Mantovaneli Jr, postada no face, " houve uma quebra de palavra por parte da UFSC".

O reitor foi enfático na explicação de que esta é uma proposta preliminar e, conforme as conversas mantidas com a UFSC, está aberta para análise e ajustes. Assim como reiterou que caberá aos grupos instituídos em dezembro fazer os estudos de viabilidade da parceria, em reuniões programadas para acontecer às quartas-feiras à tarde, respeitando-se a decisão do Consuni da FURB. 

Para Natel, a proposta da UFSC é um avanço, "mas não agrada 100% e deve ser reformulada".

Ele destacou que as decisões sobre a parceria serão influenciadas muito mais pelo componente político, cabendo à FURB estabelecer suas estratégias de ação como sendo uma causa de Santa Catarina, apoiada pela bancada catarinense em Brasília. Também considerando no cenário, ainda, a mudança do ministro da Educação e da Reitoria da UFSC, em maio. 

"Para a Reitoria é prioridade avançar nesta proposta apresentada pela UFSC", garante Natel, preocupado com os cursos não contemplados, com a cessão dos servidores e com a transferência dos alunos, como já amplamente noticiado aqui.

Para o coordenador do comitê FURB Federal e diretor do CCHC, professor Clóvis Reis, o foco deve continuar sendo da federalização total,  em três anos. "Não podemos federalizar meia FURB", afirmou. 



Segue um trecho da proposta da UFSC apresentada ao MEC:

"Cronograma de Execução da Implantação do Campus UFSC – Blumenau

ETAPA I: 2012.2 – 2014
Implantação dos Cursos :
1) Licenciaturas:
a)      Ciências : primeiro ciclo
                         Número de vagas anuais : 120
                         Número de semestres: 6
b)      Licenciaturas plenas:
·         Ciências Biológicas , Física e Química
                        Número de vagas anuais : 120
                        Número de semestres: 4
·         Informática
                          Número de vagas anuais : 80
                          Número de semestres: 9
·         Música
                        Número de vagas anuais: 40
                        Número de semestres: 9
2) Bacharelados
a)      Engenharia de Processos
                                Número de vagas anuais: 240
                                Número de semestres: 6
b)      Três áreas a definir
                                Número de vagas anuais: 240
                                Número de semestres: 4
c)       Curso de Design (Produto e Moda)
                                Número de vagas anuais : 80
          Número de semestres: 8

ETAPA II : 2014- 2015 ( total de 300 vagas ) – Cursos com duração de 08 e 09 semestres

Dando prosseguimento às ações para implantação de novos cursos no Campus UFSC-Blumenau, iniciar-se-ádurante o ano de 2012, em conjunto com o Centrode Ciências Sociais e Aplicadas  da FURB e o Centro Sócio-Econômico da UFSC  a discussão de projetos de ensino que apresentem também concepções inovadoras e que congreguem as áreas de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas. A partir da concepção pedagógica inovadora desses cursos, poderãotambém  ser implementados outros cursos que apresentem afinidade curricular com essa área e que estejam hoje vinculados a outros centros de ensino, inclusive cursos de licenciatura.  Para que a implantação desses cursos (ETAPA II) possa realmente ocorrer em 2014 é imprescindível que os projetos pedagógicossejam aprovados até março de 2013.

ETAPA III : A partir de 2016 (total de 400 vagas)
Como terceira etapa do processo,pretende-se:
1)      Implantar o curso de Direito – 100 vagas – curso realizado em 10 semestres;
2)      Construção dos projetos pedagógicos dos cursos da área da saúde, de forma bastante cautelosa, após uma avaliação criteriosa da real demanda dos cursos dessa área no contexto do estado catarinense.  Considerando que todosos cursos da área da saúde da FURB também são ministrados na UFSC, seja no campus de Florianópolis, de Araranguá  ou de Curitibanos e que a possibilidade de construir projetos inovadores nessa área é mais restrita e complexa, hánecessidade de se implementar ações que viabilizem a oferta escalonada desses cursos para que não ocorra o comprometimento dos que foram implantados nas etapas I e II. Por essa razão, entende-se que essa etapa deve ser realizada num período mais longo, ou seja durante 5 anos. Os cursos da área da saúde são oferecidos em 8, 10 e 12 semestres.

Entende-se que ao final dessa terceira etapa, a maioria dos cursos da FURB terão sido incorporados ao Campus UFSC – Blumenau  e que  também outros cursos terão sido criados". 

CLIQUE SOBRE AS IMAGENS PARA AMPLIAR: